depoimentos

Depoimentos de alunos falando sobre o que mudou em suas vidas após entrarem em contato com o yoga.

Yoga foi o tipo de atividade que eu entrei sem saber aonde iria chegar. De fato, ainda não sei sobre isso, mas posso falar a respeito da experiência que tive nos últimos meses. Inicialmente, as aulas me trouxeram uma paz interior muito boa. Eu saia da aulas “flutuando”. De início, tive receio por acreditar que essa sensação fosse apenas o “começo”, algo similar às dores musculares que sentimos no início de uma academia. Felizmente, vi que a yoga trata de coisas muito mais profundas e duradouras do que o “breve momento da aula”.
Com o passar do tempo, percebi que meus sentidos, minha percepção corporal e meu humor passaram a ser mais profundos e tranquilos. Por exemplo, quando fico estressado, isso se reflete rapidamente no meu corpo: Sinto o corpo rígido, principalmente os ombros e o pescoço. Quando fico muitos dias sem fazer yoga ou exercícios físicos, sinto o cansaço do meu corpo quase que me implorando “Faça algo !”. rsrs.
Curioso pelos efeitos, fui buscar a teoria dos “alongamentos milagrosos”, comecei a ler um pouco sobre a tradição védica, pude conhecer a meditação e o budismo, que tenho estudado atualmente. Assim, vi que o yoga, embora seja um exercício físico, é capaz de alterar o sentido de todo o corpo, que é parte fundamental de nós e, por isso, deve ser valorizado.
Bom, ainda há muito pra aprender. Também faço teatro e devo ressaltar que a percepção corporal adquirida através do yoga é muito útil para a composição de personagens. Aliás, há muitos atores profissionais que fazem retiros de meditação e yoga para se aperfeiçoarem como artistas. Jamais pensei que haveria esse tipo de relação. Atualmente, faço yoga duas ou três vezes por semana (uma com o professor Gilberto e as outras em casa com o auxílio de vídeo aulas). Bom, isso é um pouco do que o yoga é para mim atualmente.
Gilberto, muito obrigado pelas aulas e pelo carinho e dedicação que você tem como professor.

Namaste .

Wagner dos Santos

———

Gilberto,

Quando iniciei a Yoga era bem mais ansiosa. Esse foi o primeiro e maior benefício que obtive, porque administrando minha ansiedade, consigo administrar melhor a mim mesma e a minha vida.
Venho aprendendo a respeitar meus limites, o que não significa não poder ir além, podemos sim e progredimos a cada prática. Percebo que não conseguia fazer a base com quatro apoios e olhar para um ponto fixo. Eu tombava o tempo todo para algum lado. E chegava a dizer: “parece que bebi todas as caipirinhas do boteco”. Já consigo ficar praticamente imóvel.
Melhorou também minha coordenação. Se me pediam vá para a direita eu ia para o lado contrário. Não conseguia reproduzir todos os movimentos dos exercícios. Me perdia na sequência. Já consigo bem melhor e acho que não só melhorei a coordenação, como também a memória, pois é preciso ter as sequências em mente.
Respirar – algo que era muito difícil para mim. Minha respiração era sempre curta, devido a ansiedade. Já consigo encher bem meus pulmões de ar e de maneira tranquila, sem agitação, porque até mesmo buscar fazer isso, era sobre muita agitação.
Certamente, devem haver muitos mais benefícios que de tão sutis, embora não menos importantes, eu não tenha me dado conta.

Abs,

Celeste de Jesus

———

Meu contato inicial com o yoga foi pela leitura. Deparei-me com conceitos filosóficos instigantes e até chegar na prática, há uns 3 ou 4 meses.
O resultado inicial e imediato do contato com o yoga foi um Michel mais calmo e paciente, atento à respiração não somente durante as aulas. Gradualmente, fui sendo apresentado a uma nova forma de encarar a vida, um novo ritmo de se levar a vida, uma vida feliz.
Pequenas situações cotidianas transformam-se em sinais e aprendizados contínuos. A valorização do momento, em médio e longo prazo, fornece uma aproximação com aqueles à sua volta e, consequentemente, com o ambiente ao nosso redor. Senti-me mais conectado com a natureza, mais vivo, existente. É difícil colocar em palavras algo que o ser humano não compreendeu (nem deve compreender, somente apreciar): nossa existência.

Michel Balassiano

———

Sobre a transformação do yoga em minha vida…

O yoga tem ajudado a despertar meu corpo, esse que há pouco tempo sentia-se preso em uma gaiola obedecendo a regras sem sentido…
O yoga me leva a caminhos, nunca antes percorridos. Às vezes pareço caminhar sobre uma corda bamba, em outro ganho asas, vejo espinhos e flores. Reaprender a respirar, concentrar, aquietar aos pensamentos tagarelas etc faz parte desse caminho e tem feito muito sentido em minha pratica. Quando penso nisso tudo lembro da espiral e acredito que meu processo se dá dessa forma, percorrendo um caminho devagar sem ultrapassagem e ao mesmo tempo crescendo.
Pratico o yoga há pouquíssimo tempo, mas a vontade de conhecê-lo é bem antiga, desde 2002 quando fazia aulas de dança em um local onde tinha aulas de yoga, eu sempre dizia ao professor que queria praticar, mas que não conseguia tempo, e uma vez ele disse: O mais importante você já tem ”o desejo”.
E agora estou fazendo aulas de yoga em 2013. Acho que esse é o meu tempo, tempo de aprender e compreender melhor o meu corpo nessa prática.
Gosto de pensar no indivisível quando o assunto é corpo, por isso acredito que essa mudança é completa e isso tem reverberado em meu corpo, um corpo mais saudável, feliz, consciente, sorridente e muito mais presente.
Quanto realizo os ásanas, sinto como se liberassem energias aparentemente escondidas ou acumuladas em determinadas regiões do meu corpo, meu corpo vibra, sinto-me mais confiante e radiante após cada pratica, ate minha timidez está diminuindo. Percebo os ásanas em meu corpo de uma forma muito delicada e particular, vejo dança, sinto essa energia percorrer meu corpo e isso me dá vontade de dançar, então, meu corpo dança o yoga. Não sinto dor praticando os ásanas, na realidade só sinto dor ou desconforto quando não estou concentrada.
Aprender tudo isso está além da vaidade e o culto ao corpo perfeito imposto pela mídia, alias deixo esse modismo para quem curte, fico com minha realidade e com o autoconhecimento, autocontrole e muito mais que o yoga tem me proporcionado.

Sigo experimentando…

Jaqueline Tasma

Anúncios

Uma resposta para “depoimentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s