Fundamentos da prática | O que são os bandhas? Como ativá-los?

Fundamentos da prática de yoga O que são os bandhas Como ativá-losBandha é um termo em sânscrito que significa travar, fechar ou fixar e se refere a um conjunto de técnicas fundamentais do hatha yoga. Traduz-se numa ativação muscular que envolve um direcionamento de atenção e da energia a determinados pontos do corpo.

Existem quatro bandhas principais:

mula, ativação do assoalho pélvico
uddiyana, ativação do abdômen
jalandhara, ativação da garganta
jihva, ativação do céu da boca com a língua.

No geral, eles funcionam como um mecanismo de segurança na realização das posturas e de algumas técnicas respiratórias. Também servem para evitar a dispersão da energia bem como direcionar seu fluxo. Além disso, tais ativações são extremamente benéficas para o sistema endócrino.

Desses quatro bandhas, dois são mais básicos por cumprirem um papel muito importante na prática das posturas e nas ações cotidianas no sentido de favorecer o alinhamento postural, de proteger a coluna e de conservar nossa energia: o mula bandha e o uddiyana bandha.

Por isso, considerei pertinente abordá-los com mais ênfase de forma simples e prática de modo que o contato com este artigo já possa representar uma contribuição efetiva para você a partir deste instante, melhorando a forma como você se senta, o seu caminhar, a sua corrida e, é claro, a sua prática de yoga e de meditação.

Como em todas as técnicas do yoga há níveis e variadas formas de atuação, apesar dos bandhas se relacionarem principalmente com práticas sutis, vamos tratar deles no que diz respeito ao corpo denso.

Fundamentos da prática de yoga O que são os bandhas Como ativá-los contracoes

Os dois bandhas em questão devem ser acionados de forma conjunta para favorecer o alinhamento e a estabilidade postural e podem ser usados nas posições de pé, sentado e até mesmo deitado. Mas primeiro vamos conhecê-los e experimentar sua ativação separadamente.

Mula bandha

Essa expressão pode ser traduzida por “fecho da raiz”. Essa técnica consiste numa suave contração e elevação do assoalho pélvico.

Como fazer?

Contrai-se primeiramente a musculatura dos esfíncteres do ânus e da uretra, os mesmos músculos que contraímos quando estamos com muita vontade de ir ao banheiro. Depois, acionamos de forma sutil a elevação dessa estrutura muscular.

Inicialmente, treine ativar sem manter essa contração, fazendo pausas entre uma contração e outra, conforme for assimilando tal acionamento passe a mantê-lo por períodos cada vez mais longos observando sempre o bom-senso.

Uddiyana bandha

Essa expressão pode ser chamada de “fecho do fluxo ascendente”. Consiste numa contração abdominal específica que instiga o fluxo energético para cima. Sua aplicação cotidiana e na prática das posturas não envolve uma contração tão profunda quanto na sua utilização independente.

Como fazer?

Acionamos a musculatura abnominal, principalmente a da região abaixo do umbigo como se quiséssemos retrair um pouco essa parte da barriga puxando o umbigo levemente para dentro e para cima.

Assim como no mula bandha, comece fazendo pausas entre uma execução e outra, conforme for assimilando passe a manter por períodos cada vez mais longos. Você terá assimilado essa ativação quando sua realização não prejudicar sua respiração.

Mula e uddiyana bandha

tadasana-com-bandhas-contracoes

Agora, experimente ativar esses dois bandhas simultâneamente, por incrível que pareça, você pode sentir mais facilidade dessa forma. Com o tempo, passe a conservar sutilmente essa ativação integrada ao longo do dia e durante a sua prática, inclusive a da meditação e verifique você mesmo a importância desses bandhas e o que eles podem lhe proporcionar em termos de alinhamento, estabilidade e conforto.

Harih Om
Por Gilberto Schulz

Gostaria de manter o contato para não perder as futuras publicações e informações sobre cursos e eventos? Cadastre-se gratuitamente clicando na imagem abaixo:
yoga-em-casa-aula-particular-online

Anúncios

2 Respostas para “Fundamentos da prática | O que são os bandhas? Como ativá-los?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s